• RH Jr

Você é um bom negociador?

Indubitavelmente, no mundo de hoje, estamos usando negociação o tempo inteiro, seja no âmbito pessoal, seja no profissional. Entretanto, saber negociar exige o domínio de habilidades que nem todos são capazes de cumprir.


De fato, a "arte" da negociação é uma tarefa, muitas vezes, complexa. Porém, deve-se salientar que ela não é uma competição em que apenas uma das partes sai ganhando, como grande parte das pessoas pensa. O processo de negociação envolve muita paciência e empatia dos dois lados para que saiam satisfeitos com o resultado e com o sentimento de confiança no que o outro tem a acrescentar. Para isso, elencamos certos fatores cruciais que um bom negociador deve ter:


1) Você considera o interesse dos outros?

Se você está negociando com alguém, é imprescindível que os interesses dessa pessoa também sejam atendidos. Enxergue valor no interesse da outra parte, para que as duas partes possam usufruir dessa oportunidade;


2) Você procura conhecer o outro antes da negociação?

Ter um conhecimento prévio sobre a pessoa e sua área de atuação é importante para um dos pilares da negociação: a confiança! Pesquise, levante dados importantes de serem abordados e, até mesmo, para estabelecer um relacionamento pessoal com a outra parte;


3) Você sabe conviver com as diferenças?

Se você não sabe lidar com a subjetividade e a pluralidade do ser humano, então trabalhe isso. Ter respeito, não importa com quem esteja negociando, deve ser algo inerente e é o primeiro passo para uma negociação bem sucedida;


4) Você escuta para entender a situação do outro ou apenas para esperar sua vez de falar?

Essa atitude é muito comum nos seres humanos em geral. Sentimos uma grande necessidade de ter a resposta para tudo, e às vezes deixamos de considerar o que a pessoa realmente precisa. Portanto, tente se colocar no lugar do outro. A empatia é um dos pilares da negociação, pois garante confiança e manutenção da relação; afinal, ninguém quer continuar negociando com alguém que não escuta seus problemas de fato;


5) Você compartilha informações?

A negociação nunca vai ser uma via de mão única. Compartilhar seu conhecimento com o outro, além do que você realmente pensa ou sente garante a transparência no processo e evita falhas de comunicação futuras.


6) Você se considera uma pessoa persistente que sabe conviver em situações de tensão?

Infelizmente, nem toda negociação vai dar em algum resultado no final. Nessas situações, procure sempre saber o que deu errado para evitar que aconteça novamente em outras ocasiões, mas não desanime! As circunstâncias nem sempre são as melhores, tente se culpar menos e analisar mais a situação para melhorar sempre;


7) Você faz promessas que pode cumprir?

Pode parecer algo básico, mas isso é algo extremamente importante em uma negociação. Seja claro, sincero e ético em tudo que for fazer. Se você acha que o seu produto/serviço não serve para a dor dessa pessoa, não minta sobre isso. Tente ajudar de outra forma, a recomendação de alguém confiável é uma prática interessante pois demonstra que você realmente se importa com aquela pessoa.


Depois dessas perguntas, agora você já sabe como um bom negociador se comporta diante desse grande desafio para muitos. Por isso, tente executar essas dicas nas situações de adversidade no seu dia a dia, e com bastante treino e estudo poderá ser um grande negociador no futuro!




Giulia Diniz

Produtora de conteúdo da RH Jr.

#negociação #dicas #rhjr

Siga-nos nas redes sociais

  • Instagram - White Circle
  • White Facebook Icon
  • White LinkedIn Icon

© 2020 por RH Consultoria Júnior- UFMG.