• RH Jr

Sinais de que sua vaga não está à altura do mercado e como melhorá-la

Atualizado: 26 de Ago de 2019

Sua empresa tem uma vaga que vem dando problemas há muito tempo? Cuidado! O problema pode ser justamente a vaga que você está oferecendo.


Antes de uma contratação, todos sabem que precisam avaliar o candidato, mas muitos se esquecem que essa avaliação é uma via de mão dupla. A pessoa que está buscando um emprego tem várias opções e, mesmo que nem todas se interessem por ela, já existe um limite mínimo de condições às quais ela se sujeitaria.

Essas condições podem ser mais ou menos abrangentes, dependendo do quão qualificada a pessoa é. Profissionais com uma formação mais completa e profissionais com mais experiência demandam mais da empresa para serem contratados, enquanto os que acabaram de se formar e os que procuram seu primeiro emprego aceitam piores condições de trabalho. Entretanto, ao contratar esses profissionais, você precisa estar preparado para oferecer o treinamento que eles precisam para poder fazer uma diferença na sua empresa.

Se você está percebendo possíveis problemas com uma vaga na sua empresa, acompanhe os sinais e descubra se ela é o problema. Se você identificá-los na sua empresa, acompanhe um pouco do que precisa fazer para solucionar o problema.


Sinais


1 - Falta de pessoas interessadas


Após divulgar uma boa vaga, recebe-se centenas de currículos, mas essa vaga parece estar "quebrada". Em um mês de divulgação da vaga, apenas 10 pessoas demonstraram interesse por ela.

Uma observação nesse tópico é que quanto mais específica a vaga que você oferece, menor o número de pessoas qualificadas para exercer esse trabalho, então use a média para esse trabalho específico quando for fazer a comparação.


2 - Só tem candidatos ruins


Não importa quem realize a contratação, só pessoas com problemas muito evidentes chegam aos estágios finais do processo seletivo. Antes de dizer que processos seletivos não funcionam, pode ser hora de melhorar o que você está oferecendo.


3 - Rotatividade


Para um bom empregado, uma vaga ruim é apenas uma fonte de renda temporária até se conseguir algo melhor. Por isso, se sua vaga não se compara ao restante do que é oferecido no mercado, você vai ter uma permanência média na vaga inferior a 6 meses, ou, no máximo, um ano.


Soluções


1 - Descrição de vaga completa


Uma descrição completa já é atrativa, pois, ao não deixar dúvidas, a pessoa já sabe se é algo que interessaria a ela ou não. Para se encaixar nesse critério, sua descrição deve conter: nome do cargo, local no qual o trabalho será exercido, responsabilidades e objetivos do cargo, experiência desejada, benefícios oferecidos, horas de trabalho e salário, pagamento por horas extras, necessidade de viagem e descrição da empresa.


2 - Oferecendo mais


Sendo o salário um fator óbvio, vamos assumir que você já está oferecendo um salário que está à altura do que está pedindo da pessoa e tratar do restante. Segundo pesquisas recentes, os 3 fatores mais atrativos em uma oportunidade de trabalho são: 1 - um plano de carreira bem estruturado; 2 - um pacote de benefícios diverso; 3 - horários flexíveis de trabalho.

Como um horário flexível não é algo que pode ser oferecido para todas as vagas, vamos focar nos outros 2 aspectos. O plano de carreira, caso já seja bem estruturado na sua empresa, pode ser divulgado como um detalhe adicional da descrição da vaga, mas ser descrever como ele funciona. Caso você ainda não oferece um, se mantenha atualizado e procure alguém que te ajude a desenvolver um assim que possível.

Quanto ao pacote de benefícios, ofereça algo condizente com a vaga. Se você está procurando um diretor para a sua empresa, procure por um plano de saúde completo, vale-transporte, vale-alimentação ou um refeitório gratuito na empresa, etc. Pode parecer algo superficial, mas são facilitações às vidas de seus empregados que atraem muitas pessoas às vagas oferecidas.


3 - Entrevista de desligamento


Há muito tempo, somente demitir uma pessoa ou aceitar a demissão dela parou de ser o suficiente. Ao sair da empresa, a pessoa não tem motivos para conter críticas sobre a experiência que teve ao trabalhar nela, então faça uma entrevista completa e descubra quais os erros na opinião das pessoas que trabalharam na empresa e busque uma forma de corrigir o que puder.

___________________________________________________________________________________________


Esperamos que com isso, consiga candidatos melhores para o processo seletivo que você já faz bem, mas se ainda tiver algumas dificuldades nessa etapa, contate uma consultoria como a RH Consultoria Júnior - UFMG



Texto feito por Bruno Lataro Gonçalves

Produtor de conteúdo da RH Jr.

#PraCegoVer #recrutamentoeselecao #descricaodecargo #mercadodetrabalho

Siga-nos nas redes sociais

  • Instagram - White Circle
  • White Facebook Icon
  • White LinkedIn Icon

© 2020 por RH Consultoria Júnior- UFMG.