• RH Jr

Inbound recruiting: entenda o que é, sua importância e como implementá-lo

É essencial que as empresas executem um processo de recrutamento e seleção que seja o mais efetivo possível. Mas sabemos que podem haver erros nas etapas de contratação. O inbound recruiting vem como uma solução para esse problema.




A prática do inbound recruiting vem se tornando cada dia mais comum no mundo empresarial. Talvez você já tenha lido ou ouvido falar desse termo, mas não saiba exatamente sobre o que se trata e qual sua importância.


O conceito deriva do inbound marketing, estratégia de marketing extremamente importante. Ela consiste em educar seus potenciais clientes, conduzindo-os ao longo do funil de vendas.


Suas estratégias se baseiam na produção de conteúdo de qualidade (posts no blog, ebooks, e-mails…) que solucione as questões de cada pessoa em determinado momento do funil.


O inbound recruiting funcionaria de maneira análoga, mas visando não a atração de clientes, e sim, de potenciais colaboradores. Eles teriam então, um perfil mais compatível com a empresa e haveria uma maior chance de sucesso.


Se interessou? Continue lendo para aprender e desenvolver essa prática na sua empresa e atrair candidatos de maneira otimizada e assertiva.


1.Defina o que espera dos seus candidatos


Antes de elaborar uma estratégia de inbound recruiting é muito importante que sua equipe se reúna e defina quais são as características esperadas dos colaboradores em cada setor da empresa.


Esse é momento de ser bastante minucioso, e elencar o maior número de pontos possíveis. Pensando no marketing, esse seria o momento em que você estaria definido sua persona.


Assim, o processo de recrutamento e seleção será mais fácil e efetivo. E as estratégias de atração serão focadas em perfis específicos de pessoas, o que otimiza essa etapa.


2.Tenha um site atrativo que mostre os benefícios da empresa


É comum, e muito importante, que os candidatos deem uma olhada no site e nas redes sociais da empresa para a qual pretendem se submeter ao processo seletivo. Por isso, essas mídias devem servir como vitrine da empresa.


Devem estar presentes elementos que mostrem os seus valores, o fit cultural, é interessante trazer depoimentos e fotos de quem já trabalha lá e tem uma experiência positiva, entre outros aspectos.


Assim, o possível futuro colaborador já conseguirá perceber os benefícios que obetrá caso seja contratado. E também poderá analisar se o que vocês realizam, e a forma como o fazem, combina com eles.


Também é importante que seu site e suas redes sociais contenham conteúdos de valor. Assim, você também poderá conseguir coletar e-mails e nomes de quem está consumindo esse conteúdo.


3.Seja próximo dos candidatos


Esse passo não é muito usual, mas tende a ser cada vez mais comum na empresas que querem atrair talentos. Não é suficiente apenas triar currículos, realizar uma entrevista, talvez uma dinâmica e fim. Estabelecer um contato com os candidatos é essencial.


Envie e-mails com conteúdos e informações sobre a empresa. Essa é uma ótima forma de estabelecer um contato e ainda manter a empresa na mente dessas pessoas, criando uma imagem positiva.


Conclusão


Elencamos algumas formas gerais de realizar o inbound recruiting, mas trata-se de um processo que deve ser pensado com bastante cautela e ser implementado com tempo.


Para ler mais do nosso conteúdo sobre inovações na área de recursos humanos, clique aqui.


Texto escrito por Luísa Raad

Produtora de conteúdo da RH Jr.


Siga-nos nas redes sociais

  • Instagram - White Circle
  • White Facebook Icon
  • White LinkedIn Icon

© 2020 por RH Consultoria Júnior- UFMG.