• RH Jr

Dicas para desenvolver seu autoconhecimento

Depois de ler o blogpost "Saiba como utilizar o autoconhecimento em processos seletivos", você ainda não sabe como ter, de fato, esse autoconhecimento? Pois fique tranquilo, esse é um trabalho constante e, sem esse trabalho, a gente não se conhece mesmo. Para te ajudar nisso, separamos pontos imprescindíveis para um desenvolvimento eficiente do autoconhecimento:


1. Através da reflexão de sua trajetória pessoal

As suas experiências, de maneira, geral, determinam a pessoa que você é hoje. Pense sobre as mais marcantes que você teve ao longo da sua vida e faça a si mesmo as seguintes perguntas:

● Quais são as experiências mais tristes que eu tive? E as mais felizes? Como

elas me marcaram?

● Quando criança, quais eram meus passatempos preferidos?

● Quando pequeno, quais eram meus sonhos? Houve mudança? Se sim, por

quê?

● Qual foi o dia em que me senti mais confiante? Por quê?

● Qual foi o dia em que me senti mais incapaz? Por quê?


2. Experimente

Por mais simples que a pergunta "Do que eu gosto?" pareça ser, ela não é óbvia. Vivemos em uma era marcada pelo fluxo constante e abundante de informações e oportunidades. A melhor forma de descobrir do que se gosta é entendendo a fundo, mas principalmente vivendo e experimentando coisas diferentes.

Essa dica é muito válida principalmente para estudantes do ensino médio

que pretendem ingressar no ensino superior ou técnico, e profissionais que

pretendem fazer transição de carreira. Pesquisar e conversar com pessoas que já

vivenciaram aquilo ajuda, mas é um conhecimento indireto. A melhor maneira é

vivenciando e depois procurar se questionar o quão conectado aquela

experiência está com o perfil da pessoa.


3. Se questione

O prefixo “auto”, presente no termo autoconhecimento, indica um processo que é feito do indivíduo consigo mesmo. Uma estratégia eficaz para se autoconhecer é pegar uma folha de papel em branco, ter em mãos lápis, caneta e borracha e se fazer, respondendo sinceramente, os seguintes questionamentos:

● Quem sou eu?

● O que me faz feliz?

● Qual meu lugar favorito?

● Qual meu maior sonho?

● Qual meu maior medo?

● Sou feliz hoje?

● Como me imagino daqui 20 anos?


4. Ajuda externa

Por mais que uma pessoa se esforce em se automonitorar, há algumas características que são mais facilmente percebidas por uma perspectiva externa. Uma boa estratégia para identificar essas características é perguntar para familiares, amigos, colegas ou quaisquer pessoas próximas da convivência, as seguintes perguntas:

● Qual você considera a minha maior qualidade?

● Qual você considera que seja meu maior defeito?

● Quando pensa em mim, qual a primeira palavra que vem à sua mente?

Após ter em mãos as respostas, analise-as criticamente e reflita o que realmente é algo seu e o que pode ser uma resposta enviesada ou projeção do outro. Uma boa dinâmica é se fazer as mesmas perguntas e depois comparar como você se vê e como as pessoas te veem.





Texto adaptado por Giulia Diniz

Produtora de conteúdo da RH Jr.

#autoconhecimento #ParaCegoVer #dicas #variados

Siga-nos nas redes sociais

  • Instagram - White Circle
  • White Facebook Icon
  • White LinkedIn Icon

© 2020 por RH Consultoria Júnior- UFMG.