• RH Jr

Como utilizar o método storytelling a seu favor


Storytelling, como o próprio nome diz, consiste em uma prática caracterizada por transmitir uma história relevante para algum tipo de conteúdo e, atualmente, está sendo muito utilizada em apresentações de diversos tipos. Através dela, pode-se estabelecer uma ligação interpessoal com os espectadores e facilita a passagem de aprendizado, diferentemente do modelo tradicional de apresentações apenas expositivas e monótonas. Entretanto, para ser um bom storyteller, é preciso chamar a atenção de quem está assistindo e, para isso, a história precisa conter elementos favoráveis para isso acontecer.


1) Linguagem direcionada para seu público

Para cativar o público, é necessário que você fale a mesma "língua" que eles. Dito isso, procure conhecê-lo antes de contar sua história, se você precisa adotar uma postura mais formal ou mais desconstraída, se o uso de gírias é favorável ou não para aquela audiência, etc. Se você falhar nesse processo, corre o risco de te acharem inapropriado ou não entenderem a mensagem que você quer passar;


2) Enredo envolvente

Uma boa história contém um enredo significativo para o assunto que você quer passar. Por isso, invista em uma história bem feita e criativa, que apresenta um clímax e um conflito pelo qual o personagem passa, isso vai garantir com que os seus espectadores sigam sua linha de raciocínio até o final;


3) Linguagem corporal

A linguagem corporal é outro fator importante que um storyteller apresenta. Afinal, você consegue prestar atenção em alguém que fica retraído o tempo todo e não consegue transmitir a emoção necessária para a história ser interessante? Busque utilizar a entonação adequada e dê ênfase para as partes da história que você julga mais importante para o entendimento, além de não ficar o tempo inteiro parado!


4) Identificação do público com a história, personagem, etc

Essa identificação é extremamente importante para a audiência lembrar da história que você contou, e ela pode ser feita de diversas maneiras. Por meio do enredo, por exemplo, é possível contar uma história que seja da realidade do seu público, que possui seus próprios conflitos e indagações, por isso procure entendê-lo!


5) Uso de metáforas

O uso de metáforas é outro fator que fica marcado quando ouvimos alguma história envolvente. A metáfora possibilita a relação da aplicação com o assunto abordado de uma maneira fácil e difícil de ser esquecida. Com ela, o seu público consegue entender melhor a mensagem que você quer passar.


Com essas dicas, agora você pode aprimorar ainda mais suas habilidades e ser um ótimo storyteller, seja na mesa de um bar com seus amigos, seja na apresentação de uma palestra super importante!




Giulia Diniz

Produtora de conteúdo da RH Jr.


#storytelling #dicas



Siga-nos nas redes sociais

  • Instagram - White Circle
  • White Facebook Icon
  • White LinkedIn Icon

© 2020 por RH Consultoria Júnior- UFMG.