• RH Jr

A importância da Democracia nas Empresas

Na filosofia, a democracia é tida como um modelo de igualdade em que todos os cidadãos possuem o mesmo estatuto e têm garantido o direito à participação política. Essa abordagem, nas empresas, visa proporcionar uma gestão mais colaborativa com um grau significativo de participação do trabalhador em muitas decisões, vinculado a mecanismos que permitem a delegação e o empoderamento.




A gestão democrática faz bem para a inovação, a descoberta de dificuldades e soluções, e contribui para a aprendizagem organizacional. Aqui, pontuamos algumas maneiras de colocar esse modelo em prática.


1- Transparência


A confiança dos colaboradores e o respectivo interesse e participação destes na direção da empresa é influenciado diretamente pela clareza de propósitos. Neste sentido, demonstrar quais são as metas e objetivos da organização é fundamental para confiança, abertura e esforço de todos os envolvidos.


2- Comunicação Interna


Em vez de uma gestão vertical estratificada, o modelo horizontal pode contribuir para essa descentralização da gerência e tomada de decisão das empresas. Organizações democráticas estão empenhadas em ter conversas que trazem novos níveis de significado e conexão. Por isso, encontros para avaliações de 90º, 180º e 360º graus podem ser de grande valia nessa busca pela melhor comunicação.


3- Individualidade e Coletividade


Nas companhias, assim como na sociedade, nem todos participam efetivamente nas estratégias, mesmo quando instigados. O indivíduo é tão importante como o todo, assim, proporcionar aos empregados a valorização por suas contribuições individuais, bem como pelo o que eles fazem para ajudar a alcançar as metas coletivas é essencial. Dessa maneira, propor um plano de ação que englobe todas as opiniões é um ponto de partida para esse tipo de gestão.


4- Eleições Internas


Organizações democráticas asseguram que o poder está devidamente compartilhado e distribuído entre todos os indivíduos. Apesar da necessidade de diretores com cargos mais estratégicos, as eleições internas podem ser uma maneira de promover uma identificação e sentimento de participação dos funcionários. Nessa perspectiva, a possibilidade de voto em seus líderes é crucial para a motivação e empenho dos delegados.


5- Reflexão


Por fim, uma gestão descentralizada é comprometida com o feedback contínuo e aperfeiçoamento de suas estratégias. Programas que propõem uma reflexão acerca da cultura, diversidade e inclusão estão relacionados ao bem-estar comum e melhoria da prática democrática.


Em suma


A metodologia de Organizational Democracy aumenta a capacidade de tomada de decisão, minimizando a importância da hierarquia na empresa, o que faz com que os trabalhadores ganhem maior autonomia e incentivo para o desempenho das funções.



Aproveite o conhecimento sobre a Democracia nas Empresas e dê uma olhada sobre o nosso Diagnóstico Organizacional. Se tiver qualquer dúvida sobre o assunto ou interesse nos serviços mencionados, nos chame!



Texto escrito por Amanda Rodrigues

Assessora de Comunicação da RH Jr.

Siga-nos nas redes sociais

  • Instagram - White Circle
  • White Facebook Icon
  • White LinkedIn Icon

© 2020 por RH Consultoria Júnior- UFMG.