• RH Jr

6 dicas para fazer Home Office

A pandemia do novo coronavírus exige que a população evite aglomerações para que o vírus não se alastre ainda mais. Dessa forma, muitas empresas estão implementando uma rotina de Home Office para seus funcionários como medida preventiva. Mas a adaptação para esse novo cenário de trabalho pode ser um pouco difícil no começo. Confira a seguir algumas dicas que podem ajudá-lo a produzir na quarentena.




Algumas pessoas estão tendo o privilégio de poder trabalhar de casa no momento atual. Se você pertence a esse grupo e nunca havia tido essa experiência antes, é importante se atentar a alguns detalhes para não cometer erros comuns que quem adota essa rotina a mais tempo já vivenciou. É preciso, em primeiro lugar, ter em mente que você ainda está trabalhando, apenas em um novo ambiente e, por isso, algumas adaptações são necessárias. Alguns dos passos abaixo podem auxiliá-lo a ser produtivo e não cair na cilada da procrastinação. Porque, afinal de contas, nesse novo cenário, há a tentação do sofá e da Netflix. Entenda como driblá-los de maneira saudável e otimizada.


1.Crie um cronograma


Separe alguns minutos no seu primeiro dia trabalhando em casa e crie um cronograma com suas tarefas. É preciso que você tenha em mente que suas atividades de trabalho agora dividem espaço com suas tarefas domésticas e seus hobbies. Por isso, você também deve levá-los em consideração, precisa fazer registros como:

* 09:00 às 11:00 : realizar tarefas x e y do trabalho

*11:00 às 12:30 : preparar almoço e almoçar

*13:00 às 14:00 : descanso

*14:00 às 17:00 : reunião pela internet e terminar tarefa z

É claro que esse é apenas um exemplo, o foco deve ser sempre estabelecer o que você precisa fazer no dia e encaixar nos melhores horários.


2.Entenda a sua produtividade


Talvez esse momento de trabalho recluso sirva para que você descubra em que horários você é mais produtivo. Não necessariamente serão os mesmos turnos que você exercia na empresa. Pode ser que trabalhar cinco horas consecutivas de madrugada seja incrível para você. Por outro lado, pode acontecer de descobrir que consegue ser muito focado por apenas 30 minutos, por isso precisa intercalar essas tarefas com deveres domésticos, ou com vídeos de entretenimento do YouTube.

Assim é interessante que ao final dos seus primeiros dias de home office, você pare por alguns minutos e reflita sobre como foi sua organização de funções. O que deu mais certo para você? Qual o melhor horário? O que tem sido mais difícil de conciliar?

Nesse momento é preciso ter em mente que esse é um processo individual, devemos evitar nos comparar com os outros, atente-se em cumprir aquilo que você se propôs. E, se você não conseguir fazer isso todo dia, está tudo bem também! Você vai encontrar a melhor forma de fazer isso funcionar, mas para isso, precisa se autoconhecer e manter a calma.


3.Estabeleça um local de trabalho


Esse passo é muito importante, e pode ter um impacto direto na sua produtividade. Estando em casa pode ser extremamente tentador trabalhar deitado no sofá, de pijama, com o notebook aberto no colo e algum lanchinho do lado, ao alcance das mãos. Para a maioria das pessoas essa logística, apesar de muito confortável, é extremamente contraproducente. Por isso a primeira coisa que deve ser feita, antes mesmo de montar um cronograma, é escolher o local em que você fará o home office, caso ele já não exista.

Escolha o lugar que seja menos barulhento da sua casa e mantenha ele sempre organizado. Assim, você evita distrações externas e pode realizar suas tarefas de maneira mais focada. Porém, é importante ressaltar como foi dito na dica anterior, que essa é uma forma que ajuda na produtividade da maioria das pessoas, mas se você já realizou seu processo de autoanálise e concluiu que trabalhar no sofá é o melhor para você, adote esse método.


4.Mantenha a comunicação com a sua equipe


Trabalhar de casa, sobretudo para quem nunca adotou essa dinâmica antes, pode ser um processo muito solitário, no qual você se sente desconectado do que está acontecendo com os seus colegas e sua equipe. Por isso é muito importante realizar reuniões por vídeo e manter o diálogo pelos chats e grupos. Assim, as tarefas podem ser passadas de uma maneira mais próxima e é possível continuar discutindo os processo, tirando dúvidas e recebendo feedback.


5.Determine um horário para parar


Como agora sua casa, que tradicionalmente é seu local de descanso, agora está mesclada com seu ambiente de trabalho, fica mais difícil determinar o fim do expediente. Porém, isso é algo muito importante para evitar o estresse e a sobrecarga. Quando você acabar as tarefas que se propôs a fazer, considere o dia de trabalho concluído.

Se desconecte, não cheque mais seus emails e grupos de conversa. O momento da pausa é fundamental para a produtividade, respeite seus limites.


6.Saiba aproveitar os benefícios


As dicas acima, de uma certa forma, servem para você driblar os desafios do home office. Porém, também é importante discutir o lado positivo da situação. Sabendo se organizar bem e tendo um cronograma adaptado ao seu perfil, como foi dito anteriormente, você poderá usufruir de várias coisas que num ambiente de trabalho convencional não seria possível.

Aproveite para dormir depois do almoço, fazer longas pausas para ver um filme, se dedicar aos seus hobbies, etc. As possibilidades são infinitas e muito particulares, explore-as e aproveite!


Para ter mais dicas de como melhorar sua produtividade e seu foco, clique aqui.


Texto escrito por Luísa Raad

Produtora de conteúdo da RH Jr.


#rh #recursoshumanos #rhjr #homeoffice #dicas

Siga-nos nas redes sociais

  • Instagram - White Circle
  • White Facebook Icon
  • White LinkedIn Icon

© 2020 por RH Consultoria Júnior- UFMG.