• RH Jr

5 dicas para aumentar a autoestima no trabalho

Ter uma boa autoestima é essencial em todos os setores da nossa vida. No trabalho não seria diferente. Por isso, uma baixa autoestima pode ter efeitos bastante negativos para sua vida profissional.




Atualmente, fala-se muito sobre a importância de se ter uma boa autoestima, baseada em se aceitar da forma como é e evitar se comparar com os outros. Porém, é praticamente impossível manter essa postura o tempo todo.


Quando pensamos especificamente na autoestima profissional, parece que tudo se complica ainda mais. Se não recebemos bons feedbacks ou nosso trabalho não é reconhecido, a autoconfiança pode ficar abalada.


Mas não é apenas essa falta de retorno que prejudica a confiança em si mesmo. Isso pode ser algo intrínseco ao sujeito, que tem origem em experiências prévias, na sua autoimagem e até mesmo com sua personalidade.


Porém, independentemente do motivo pelo qual a baixa autoestima tem origem, o fato é que ela atrapalha e muito no trabalho. Ela impede que o profissional desenvolva e demonstre todo o seu potencial, o que pode levá-lo e ficar estagnado. Ela se relaciona bastante com a insegurança, que diversas vezes é completamente infundada, baseada apenas e percepções pessoais.


Pensando na importância da autoestima no trabalho, preparamos uma lista com 5 dicas para ajudá-los a desenvolver essa habilidade e se destacar cada vez mais. Confira a seguir.


1.Liste todas as suas habilidades e qualidades


Há momentos na nossa vida profissional que podem fazer com que duvidemos do que somos capazes. Por isso, fazer uma lista que contemple suas habilidades e qualidades é uma ótima forma de ter sempre à mão um registro que ajude nessas horas.


Para fazer a lista, é importante que você seja honesto, coloque apenas o que for real. Mas não precisa ser excessivamente modesto, relate as coisas como elas de fato são. Não existe muita regra, coloque livremente até sentir que contemplou tudo. Podem ser coisas como: tenho inglês fluente, sou uma pessoas atenciosa, mês passado fiz um curso para me atualizar… e por aí vai.


Esse compilado deve servir como um mantra. Ao recorrer a ele em momentos que estiver duvidando de si mesmo como profissional, gradativamente você irá se tornar mais consciente de tudo que é capaz de fazer e não irá duvidar de si com tanta frequência.


2.Não seja extremamente perfeccionista


O perfeccionismo pode ser algo muito positivo para suas funções no trabalho, desde que ocorra de forma moderada. Ser excessivamente perfeccionista gera sofrimento e desapontamentos constantes. Isso acontece porque padrões muito altos são estabelecidos, o que torna difícil sua execução.


Então, aprenda a ter mais flexibilidade neste aspecto, não se cobre tanto. Assim, você conseguirá estabelecer metas mais alcançáveis e, por consequência, se sentirá mais capaz de realizá-los.


3.Aceite os erros e aprenda com eles


Cometer erros no trabalho, bem como em todas as áreas da vida, é inevitável. Mas eles são um fator que pode abalar muito a autoconfiança. Por isso, é importante mudar a forma como eles são encarados.


É claro que existem erros que podem ser muito prejudiciais para o seu local de trabalho. Mas aqui estamos focando nos pequenos enganos cotidianos, que acabam sendo uma fonte de sofrimento desnecessária.


Tente enxergá-los como uma forma de se aprimorar, de melhorar seu processo produtivo. Além disso, tenha em mente que cometer algum erro não significa que você seja incapaz ou incompetente. Busque vê-lo pelo que de fato é.


4.Aprenda a deixar claro quando não gosta de alguma fala ou atitude


A falta de autoconfiança muitas vezes pode dar margem a aceitar críticas e comentários equivocados por parte de terceiros. Isso acontece por uma insegurança que o sujeito desenvolveu. Mas ao colocar os passos anteriores em prática, tenho certeza que ela será desenvolvida.


Então, uma vez que você já se sente mais confiante e tem em mente quais são suas verdadeiras qualidades, as críticas desagradáveis que algum colega de trabalho fizer perdem o poder de abalar. E nesse processo, é importante que você se empodere e demonstre, sempre de maneira cordial e firme, quando não gostar de alguma atitude. Isso também irá auxiliá-lo no desenvolvimento de confiança.


5.Nem todos vão gostar do que você faz e não há problema algum


Já mencionei esse aspecto em tópicos anteriores mas ele é muito importante. Quando alguém nos dá um retorno negativo sobre algo, podemos nos sentir incompetentes e isso tem efeito na autoestima. Por isso, é sempre importante avaliar se é uma opinião que pode te ajudar no futuro ou se é algo que você não concorda.


Em todo caso, o fato é que é impossível agradar todo mundo. Então buscar essa aprovação não faz sentido. Continue sempre avaliando o seu trabalho mas não espere que todos o admirem por isso. E está tudo bem.



Para ler mais das nossas dicas sobre comportamento e trabalho clique aqui.



Texto escrito por Luísa Raad

Produtora de conteúdo da RH Jr.


Siga-nos nas redes sociais

  • Instagram - White Circle
  • White Facebook Icon
  • White LinkedIn Icon

© 2020 por RH Consultoria Júnior- UFMG.